publicaciones


A influência do consumo exagerado de álcool na autoestima de pessoas vulneráveis e não vulneráveis no Brasil


Nilton Soares Formiga, Érika Lobato Picanço, Jennifer Danielly De Barros Santos, Roberto Cezar Maia De Souza

Resumen

O consumo de álcool é, atualmente, um problema que vem causando prejuízo social, econômico e de saúde. Por ser grave é que estudos nas áreas da ciência humana, social e da saúde têm buscado avaliar o perfil dos consumidores no uso de álcool e as variáveis sociais e psicológicas que este fenômeno tem influ- enciado. Com isso, tem se interessado sobre esse fenômeno, mensurar o impacto das condutas de excesso e dependência do álcool no ajustamento social e mental das pessoas consumidoras. Este estudo tem como objetivo identificar os proble- mas no uso de álcool em relação ao excesso e à dependência, bem como, avaliar a relação desta variável sobre a autoestima. 213 sujeitos de 15 a 57 anos, homens e mulheres, de diferentes grupos sociais da cidade de João Pessoa-PB, responderam o instrumento de autoestima de Rosemberg, o AuDit e dados sócio-demográficos. indicadores psicométricos garantiram a qualidade de mensuração das escalas utilizadas; destaca-se que os grupos em vulnerabilidade e os universitários tiveram maiores frequências no alto consumo e dependência alcoólica; quanto maior a pontuação média no padrão de excesso e dependência do consumo de álcool, maior foi a pontuação média na autoestima negativa para estes grupos.

Palabras clave

Problemas com álcool, Autoestima, Grupos sociais, Modelo teórico

Texto completo

pdf-rimb